sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Conselho

Mas por que razão desconhecida vêm as pessoas pedir-me conselhos amorosos? A mim!!! À pessoa que não percebe a ponta de um corno de tudo o que esteja relacionado com amor, sentimentos e seres do sexo masculino (ou feminino, hoje em dia já não se sabe...) !!!


Se querem um conselho, eu dou:

Não me peçam conselhos!

Promessa e Praga

Se sonhar outra vez contigo, juro que não vou ficar bêbeda na passagem de ano!


Porque se "consciente" é o que é, nem quero imaginar como será nos meus deprimentes e miseráveis estados de embriaguez!
Ainda digo coisas que não quero, como na ultima vez...



Ide de volta para de onde nunca devia ter saído, demónio dos meus sonhos!

.i.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

O peso da realidade

Começo a curvar-me ao peso da realidade...



... Eu devo ser um ser realmente muito estranho e completamente descontextualizada de tudo e todos.
Ou fiquei assim, algures pelos meus curtinhos 20 anos...

Coisas da minha mãe...

A minha mãe é aquela pessoa que tem sempre uma palavra de coragem. No outro dia saiu-se com esta:

Eu - Mãe, sabes o X, aquele rapaz 'blabla'? Namora com a Y, aquela rapariga que 'não sei o que'. Ficam fofinhos juntos. ^^

Mãe - Pois, deixa os rapazes decentes e jeitosos irem todos embora! Tens cá uma sorte, tu... Vê lá se espevitas e te pões em campo!



-.-

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Laços...

Laços _ Toranja

Andamos em voltas rectas
Na mesma esfera
Onde ao menos nos vemos
Porque o fumo passou

A chuva no chão revela
Os olhos por trás
Há que levar o restolho
Do que o tempo queimou

Tens fios de mais
A prender-te as cordas
Mas podes vir amanhã
Acreditar no mesmo deus

Tens riscos de mais
A estragar-me o quadro.
Se queres vir amanhã
Acreditar no mesmo deus

Devolve-me os laços, meu amor!
Devolve-me os laços, meu amor!
Devolve-me os laços, meu amor!
Devolve-me os laços...

Andamos em voltas rectas
Na mesma esfera
Mas podes vir amanhã,
Se queres vir amanhã,
Podes vir amanhã...

Tens riscos de mais
A estragar-me a pedra
Mas se vieres sem corpo
À procura de luz


Devolve-me os laços, meu amor!
Devolve-me os laços, meu amor!
Devolve-me os laços, meu amor!
Devolve-me os laços...



Devolve-me os laços, meu amor!
Devolve-me os laços, meu amor!
Devolve-me os laços, meu amor!
Devolve-me os laços, meu amor!
meus amor... meu amor... meu amor...




{Para quê tentar arranjar o que estragado está? De que vale o esforço se ele não levar a lado nenhum? "Há lutas que se perdem, ma precisam que alguém lute", mas também há guerras pelas quais não vale a pena lutar. Só se abrem feridas...}

domingo, 20 de novembro de 2011

Desabafo...

Odeio aqueles momentos em que fico a olhar para uma qualquer fotografia antiga.
Traz-me recordações e recria-se na minha cabeça todo aquele momento, aquele dia, aqueles tempos.

Mudam-se os tempos, mudam-se os ventos, mudam-se os lados (tantas vezes o mesmo e agora opostos), mudam-se os gostos e as vontades... E eu ainda aguardo que o meu sentimento mude. Que um dia parta com um desses ventos instáveis e me deixe só a recordação e não o vazio, a saudade e a mágoa.

Ninguém permanece na nossa vida para sempre...e só a morte é tida como certa.
Olhem, bela merda!...

sábado, 19 de novembro de 2011

Outono

Trazes contigo o cheiro da lenha a queimar na lareira, das castanhas assadas, da terra molhada.
Deixas na boca os sabores meio amargos das tangerinas e dos dióspiros...
Sussurras aos ouvidos as histórias de serão, os filmes das tardes de domingo passadas no sofá e as risadas das manhãs passadas a quebrar o gelo do lago.
Gelas as pontas dos dedos e do nariz e convidas os cachecóis a saírem do armário.

Outono, trazes contigo toda a alegria dos dias a tons de cinza, castanho, amarelo, vermelho...

Como é possível não me apaixonar por ti?


quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Lista de Prendas

Faz bem sonhar. ^^

- Novo CD do Michael Bublé
- Um ou dois pares de botas castanhas da hush puppies
- Relógio vermelho da swatch
- Relógio castanho da Fóssil (com tendência para um modelo masculino)
- Umas pecinhas da pandora
- Uns chocolates suíços para derreter na fonte de chocolate que me vão oferecer... xD







domingo, 6 de novembro de 2011

Mulher

She's Always a Woman _ Billy Joel

She can kill with a smile
She can wound with her eyes
She can ruin your faith with her casual lies
And she only reveals what she wants you to see
She hides like a child
But she's always a woman to me

She can lead you to love
She can take you or leave you
She can ask for the truth
But she'll never believe you
She'll take what you give her as long as it's free
She steals like a thief but she's always a woman to me

Oh, she takes care of herself
She can wait if she wants
She's ahead of her time
Oh, and she never gives out
And she never gives in
She just changes her mind

She will promise you more than the Garden of Eden
Then she'll carelessly cut you
And laugh while you're bleedin'
But she'll bring out the best and the worst you can be
Blame it all on yourself
Cause she's always a woman to me


Oh, she takes care of herself
She can wait if she wants
She's ahead of her time
Oh, and she never gives out
And she never gives in
She just changes her mind

She is frequently kind
And she's suddenly cruel
She can do as she pleases, she's nobody´s fool
But she can't be convicted
She's earned her degree
And the most she will do is throw shadows at you
But she's always a woman to me!


O homem que não compreendeu as mulheres, mas que as aceita e as venera assim, incompreensíveis. Gosto muito!

sábado, 29 de outubro de 2011

Angie

Por vezes, eu e a minha gata ficamos a olhar-nos fixamente.
Gosto de ficar ali a olhá-la nos olhos, a tentar lê-la, a tentar deslindar o que a leva a querer mandar o meu pc para o chão... Mas chego sempre á mesma conclusão de nunca a vir a perceber.
E isso não me chateia.
Não me chateia não a entender. Não me chateia não perceber o fascínio dela pelo meu lavatório, ou pelo papel higiénico da casa de banho, ou pela impressora... Não me chateia que ela tenha comportamentos estranhos. Ela é assim. E eu gosto dela assim... Mesmo quando tenta destruir o meu tapete, ou ataca os meus canários, ou fica estupidamente a olhar para o aquário.
Ela é tão simples e mesmo assim nunca a vou compreender... Mas também nunca me vou chatear por isso. Vou sempre rir das suas figuras e ficar levemente irritada com a sua atitude superior (mesmo quando faz asneiras). Mas nunca chateada, por que sei que quando eu precisar que ela me venha secar as lágrimas ela vai estar ali, a ronronar bem juntinha a mim e sem fazer perguntas ou julgamentos.

Gostava que as pessoas fossem mais assim... E que eu fosse mais assim com as pessoas.


Registado!

Não é possível manter-se uma boa e grande amizade com ex-namorados!




(Compreendido e registado! Não, isto não é HIMYM...)

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Ás vezes...

... é bom "morrer" para o resto do mundo.
Ficar deitada o dia todo, não responder nem atender o telemóvel, não vir ao pc...

Deixa-nos pensar, olhar para dentro.

Ás vezes esqueço-me de me olhar.




(Btw, estás com péssimo aspecto, moça.)

domingo, 23 de outubro de 2011

Saudades...

Finalmente... o tempo de Outono chegou.

Já posso ir sentar-me na varanda a ver as luzes da cidade, a sentir o vento na cara e o cheiro a terra molhada no ar...





quarta-feira, 19 de outubro de 2011

True...

"Uma vez disse-lhe que a Amava. Assim, numa só palavra que no segundo seguinte já se tinha esfumado. Amo-te. E ela ficou a olhar para mim quieta, num estado que percebi ser de análise e igual ao do lobo que estuda a presa. Arrependi-me imediatamente de o ter feito.
As palavras não chegam para nada, muito menos para definir um Amor. São intocáveis e efémeras. É por isso que quando duas pessoas se Amam também se calam. Até costumam apagar a luz, para o silêncio ser ainda maior. Mas eu disse-lho com a luz acesa. E ela, a mulher, apagou-se."

A Coisa

Existe uma coisa...aquela coisa. Aquilo, que eu não sei o que é, mas que me consegue obrigar a dançar, a cantar e a sorrir quando me apetece chorar até não ter mais lágrimas.

Um dia disse a brincar que seria uma daquelas tias solteironas a viver sozinha só com gatos e cães... Óbvio que não é o que desejo para mim, mas o destino parece gostar de gozar com a brincadeiras do pessoal.

Cá se vai andando... Com a cabeça entre as orelhas.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

1º Round

O meu tapete ao lado da cama ainda resiste, no entanto não sei até quando. xD

Ainda não se partiu nada, nem puff nem cortinas estão em fanicos, o meu traje também não foi alvo de agressão... Só mesmo o tapete é que levou coça.

Não está mau, não está mau. Posso dizer que este round foi ganho pelo meu quarto. x)

Já a minha mão esquerda (aquela que normalmente está livre, quer esteja a estudar, quer no pc) é que não está de muito boa saude: arranhões, mordedelas, autênticos bifes arrancados à unhada e à dentada!

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

SOCORRO!!!!

Os Morangos Açucarados já têm uma rapariga chamada Tatiana....

NAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAÃOOOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!

domingo, 16 de outubro de 2011

Agora é que vai ser!

Um apartamento...

Uma família de 4 pessoas...

Dois gatos...

Um cão...

E um coelho...

O que irá acontecer? Não percam os próximos episódios, que eu também não!

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Amizade #4


"There comes a point in your life when you realize who really matters, who never did, and who always will.

A friend is someone who can see the truth and pain in you even when you are fooling everyone else.

Never explain yourself. Your friends don’t need it and your enemies won’t believe it.
- Belgicia Howell

A friend is someone who knows the song in your heart and can sing it back to you when you have forgotten the words.

Friendship isn't about whom you have known the longest... It's about who came, and never left your side...

Friendship is like standing on wet cement. The longer you stay, the harder it's to leave, and you can never go without leaving your footprints behind

A true friend sees the first tear... catches the second... and stops the third

Everyone hears what you say. Friends listen to what you say. Best friends listen to what you don't say."




"Se queres saber quantos amigos tens, dá uma festa; se queres saber com quantos podes contar, pede ajuda!"

Até já.

Hoje ainda fica um 'até já'.

Sei que não resistirá para sempre, e um dia o 'adeus' será definitivo. Talvez tivesse sido melhor ter dito 'adeus' logo no inicio, em vez de ir dizendo 'até já'. Agora é mais difícil...
Embora dizer 'adeus' nunca seja fácil.
Um dia, quem sabe, eu seja capaz de largar e gritar-te um 'adeus'.

Hoje ainda fica o 'até já', um pouco na esperança que nunca venha a ser 'adeus', mas consciente dessa cada vez mais inevitável possibilidade.

domingo, 9 de outubro de 2011

Todos os santos dias...

"Talvez eu não chore, mas dói.
Talvez eu não diga, mas eu sinto.
Talvez eu não mostre, mas eu importo-me."

domingo, 2 de outubro de 2011

Facada

E quando uma pessoa pensa que encontrou o caminho...


Afinal era só um beco sem saída.

Factos

É nas adversidades que nos apercebemos o quanto amamos ou não uma pessoa.
É naqueles momentos em que recordamos muita coisa que nos apercebemos daquilo porque não lutámos e daquilo que ficou para trás.

É quando reflectimos sobre isto que nos apercebemos do mal e da falta que algumas coisas nos fazem...

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Perturbada...

Custou-me tanto ver-te assim, pequenina...
Queria abraçar-te com força e dizer-te que amanhã já não vai doer, mas estaria a mentir-te. Apesar de ser só uma dor física de quem acaba de ser operado, sei bem que a recuperação é lenta e a dor ainda vai permanecer por uns dias até desaparecer completamente.

Conforta-me saber que és tão pequenina que, provavelmente, nem te irás lembrar desta experiência.

Espero que nunca venhas a sofrer dores como eu já sofri... É que, a dor física (se não for crónica) acaba por passar ou com o tempo ou com um medicamento; já ás dores do coração não há medicamento que lhes valha. Ás vezes, nem o tempo...

Ainda vou arranjar coragem para te dizer que amanhã vai ser sempre melhor. Talvez se voltar a acreditar que o amanhã pode ser realmente melhor.

Adoro-te minha estrelinha, minha pequenina! E sê forte!



terça-feira, 20 de setembro de 2011

Obrigada!

"Ele admira-te imenso, se serve de consolo..."
"Nem por isso. O que quer que ele sinta não é o suficiente."

(De uma qualquer série deprimente que dava na TV)






Não te cheguei a agradecer o voto de confiança...

(Ou a tentativa desesperada de te descartares de algum trabalho eminente. xD)

Ora aí está!


"Se quisermos mudar o mundo não podemos estar a dormir!"





(Terei que perder umas horas de sono,então...
Puta de insónia!)

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

O Amor... vs A amizade...

Uma vez, durante uma das minhas grandes crises, fui deitar-me ao pé da minha irmã...
Sabendo do 'porquê' de eu estar naquele estado ela diz-me isto:
"Sabes, o amor não é como o carteiro: não volta no dia seguinte!"

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

sábado, 6 de agosto de 2011

Odeio...


...cemitérios!*





*Além de um local que não me transmite qualquer tipo de sentimento positivo, enche-me de tristeza e saudade. A minha rumaria ao dito local é já demasiado longa para a minha idade. É tão devastador olhar para as fotos daqueles que partiram... e levaram com eles um pedaço de nós, um pouco do sorriso, um pouco da rotina, um pouco do carinho e do amor. Levaram com aqueles aquela dose da sua presença que fazia tanto sentido e encaixava tão perfeitamente nos nossos dias.
Entre velas, flores e lápides de "eterna saudade", as lágrimas da dor que me enche a alma teimam em surgir, por mais anos que passem.
Esta é uma dor que o tempo não cura, não...

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Odeio...


... os dias maus do mês!*







*Fazem-me sentir bipolar...

Sonhar acordada...

Vão sempre existir aquelas músicas, aquelas imagens, aquelas séries, aqueles filmes, aqueles momentos... que nos enganam e parecem parar o tempo. Ficamos ali, parados no espaço (mas não no tempo), deixando a nossa imaginação chegar-se à beira do parapeito e saltar, livre, deixando-se cair a pique só para mais tarde soltar as asas e planar bem juntinha à linha que separa o sonho da realidade.
Ficamos ali sem dar pelo tempo passar: somos heróis, somos vitimas á espera de socorro, somos amados, somos bailarinas ou príncipes, somos actores e actrizes, cantores, médicos, escritores, somos psicólogos, advogados, alunos e filhos perfeitos, somos os melhores amigos... ás vezes até achamos que nem somos nós, mas sim alguém que gostaríamos de ser.
Certo é que, na maioria desses sonhos, a personagem principal não passa de uma projecção de nós mesmos capaz de concretizar e atingir, naquela realidade abstracta, aquilo que não conseguimos realizar ou obter fora da nossa imaginação.



Nhec...



Nem sempre pensamos assim, mas a verdade é que isto se trata de uma partida muito feia do nosso psicológico: faz-nos perder tempo e ainda nos ilude e ficamos ali feitos tolos á espera que algo nos caia do céu.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Nova Etiqueta: Odeio

Odeio...


... contos de fadas!*




*E no entanto continuo a ver e a gostar dos filmes da Disney.
Os príncipes não existem, só os sapos; e as supostas princesas não passam de gatas borralheiras em fatos de abóbora ou de irmãs gananciosas... e assim permanecem.



quinta-feira, 21 de julho de 2011

Tempo

The Story _ Brandi Carlile
All of these lines across my face
Tell you the story of who I am
So many stories of where I've been
And how I got to where I am
But these stories don't mean anything
When you've got no one to tell them to
It's true...I was made for you
I climbed across the mountain tops
Swam all across the ocean blue
I crossed all the lines and I broke all the rules
But baby I broke them all for you
Because even when I was flat broke
You made me feel like a million bucks
Yeah you do and I was made for you
You see the smile that's on my mouth
Is hiding the words that don't come out
And all of my friends who think that I'm blessed
They don't know my head is a mess
No, they don't know who I really am
And they don't know what I've been through like you do
And I was made for you...
All of these lines across my face
Tell you the story of who I am
So many stories of where I've been
And how I got to where I am
But these stories don't mean anything
When you've got no one to tell them to
It's true...I was made for you
Oh yeah it's true... I was made for you

{I was not made for you!
Hoje fiquei feliz com o meu psicológico e com o meu coração. Hoje, pela primeira vez, não me importei. Nem sequer me lembrei. Podia ter ficado a remoer, mas não. Nem mesmo quando passei perto do local eu me apercebi. Já longe é que me ocorreu que ao passar por lá podia ter lançado um olhar pela janela e espreitado as pessoas, mas não o fiz. Nem me lembrei.
No inicio tive medo que o tempo nunca fosse suficiente...
...mas afinal o tempo cura e apaga muita coisa.}

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Lutador _ Tim

Era tão bom que esta história
fosse um "era uma vez",
lá do conto de fadas
da hora dos sonhos.

No final do livro esperas um sorriso.
Quando a luz se apaga,
elas saem das letras e falam:
Gostamos de ti,
És tu quem nos guarda.

Acordas no cenário
mais escuro e dói;
Não percebes porquê,
porque eles também não.

Aprendes à força
o que não vem nos livros,
fazes de encantar
e ficas sentado à espera...

à espera que alguém,
tome conta de ti.

Hei lutador, vem tu de palmo e meio;
Doce gigante, és um guerreiro;
Lutas sem saber como lutar;
És vencedor do teu travesseiro.

Lutas contra monstros
da tua vida real,
dás lições aos grandes
que nunca te querem mal.

Uma dor, um suspiro,
um aceno, um olhar...
Tens vontade de voar,
de uma força danada, só tu.

E esperas que alguém,
tome conta de ti.

Hei lutador, vem tu de palmo e meio;
Doce gigante, és um guerreiro;
Lutas sem saber como lutar;
És vencedor do teu travesseiro.


...só tu.

E esperas que alguém,
tome conta de ti.

Hei lutador, vem tu de palmo e meio;
Doce gigante, és um guerreiro;
Lutas sem saber como lutar;
És vencedor do teu travesseiro.






{Música do genérico de uma serie que passou já há algum tempo na TV, Crianças S.O.S., do Tim.

Para mim tem um significado e uma mensagem poderosíssimos. Todos os dias, por toda a parte, milhares e milhares de pessoas lutam contra a fome, contra a doença, contra a discriminação, contra a guerra, contra a violência. Lutam pela paz, pela vida e por um bocado de pão. Outros milhares lutam para dar esse pedaço de mão, essa cura ou essa paz a quem não tem meios para lutar por si.

Os milhares restantes, nós, temos a nossas pequenas lutas diárias. Lutas insignificantes comparadas com estas... E estas lutas passam-nos ao lado tantas vezes.}

terça-feira, 5 de julho de 2011

Olá! Eu sou a Tatiana!

E sim, sou uma pessoa!

Mas tenho reparado que há gente por aí que só se lembra disso quando precisa de favores...

Não, não gosto disso!
Eu faço favores com todo o agrado àqueles que eu vejo que não se dirigem a mim só quando lhes dá jeito ou precisam de alguma coisa.

Tenho dito!

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Olhe, era um bilhete só de ida, se me fizer o favor!

Não queria ir, mas fui.




Enquanto lá estive, queria e não queria voltar.




Agora que voltei preferia nunca ter saído de lá...

terça-feira, 21 de junho de 2011

noidysdyJOIVFNAELKIHJhpçw+´qmklhosh*



*Tradução: Exames, Orais e coisas mais... AAAAAAHHHHHHH....

Dizeres

Um dia disseram-me que não importa se bem se mal, o que importa é que falem de nós.

Não concordo e, no que diz respeito directo à minha pessoa, acho que se falam mal é porque a impressão que lhes deixei foi má, o que, na grande maioria das situações, não era de todo a minha intenção.

Ah! Mas se não falassem significaria que não as teria marcado, de alguma forma. Okay... Mas marcar negativamente não é, a meu ver, positivo, ainda que visto dessa perspectiva.

A verdade é que não se pode agradar a todos, e cá para mim eu desagrado a muita gente.

Ainda assim, prefiro que não falem! Prefiro que ignorem os meus fazeres/dizeres desagradáveis e façam de conta que eu sou só mais uma pessoa no mundo, igual a tantas outras, com o seu particular feitio e com os seus erros humanos.


Atenciosamente,

Uma pessoa com tanto de odiosa como de amorosa.

domingo, 5 de junho de 2011

Descobri!!!!

Quando os problemas surgem e eu os enfrento há  alguém que não fica satisfeito com a maneira como lido com os ditos. Fica sempre alguém chateado, magoado, decepcionado/desiludido, alguém que não compreende e critica, alguém que manda 'postas de pescada' (aka 'bitaites') sem saber, etc, pardais ao ninho! (Adoro esta expressão que a minha mãe usa! xD)

A  partir de agora vou começar a evitar os problemas! (Fugir de alguns, se for preciso)

Isso implica evitar pessoas ou fugir delas?
Óptimo! De qualquer maneira se elas me causam problemas não vou querer estar com elas.
Perfeito! Pum, pum... Dois coelhos de um tiro só! =D
Dou um belíssimo chuto no cú dos problemas, e só não mando no de certas pessoas porque, ah, e tal, parecia mal e imagino que doa p'a catano... Contento-me com o ignorar, ou coisa semelhante.





(Estudar Economia Política, afinal, parece que dá frutos: é tão chato que permite que a minha mente vagueie por problemáticas como esta e me leve a conclusões fantásticas.
Estudar Economia e... as horas de sono em falta.
Vou 'masé' dormir...)

sábado, 4 de junho de 2011

Modo: EXAMES

Tatiana Silva em modo EXAMES:

(Silêncio)
- ...
-...
-...
-...

1 hora depois:

(Silêncio)
-...
-...
-...
-...

1 hora depois:

(Silêncio)
-...
-...
-...
-...

Mais 2 horas depois das 2 horas anteriores:

(Silêncio)
-...
-...
-..............
(eu) - AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!!

Pai, mãe e irmã correm à sala de jantar*:
(eles, em pânico) - Que foi?!
(eu, com ar demoníaco) - Nada! Estava a aliviar a tensão das últimas 4h de estudo...
(eles, aterrorizados) - Ah...




*Eu gosto de estudar na sala de jantar pelas mais variadas razões:
1º O meu quarto está sempre a maior lixeira e bagunça, sempre com roupa, dossiers, folhas e toda a panóplia de coisas inúteis por cima de tudo: cama, secretárias, etc. (Ás vezes até durmo no quarto de hóspedes para não tirar as cenas de cima da cama...);
2º Tem uma mesa enorme!*.*  O que significa que posso espalhar todas as canetas, marcadores, folhas, sebentas, livros, códigos e molhos de post-its;
3º Tem uma varanda com vista para a cidade, o que me permite ficar a olhar para o infinito quando o próprio estudo parece ser infinito;
4º Está fantasticamente perto da despensa e da cozinha;
5º Não tem fontes de distracção (a não ser a varanda para a cidade);
6º Se eu não conseguir estudar posso culpar os vizinhos de cima que fazem sempre 'montes' de barulhos esquisitos ou os canários que resolvem cantar sempre que eu vou para lá.


=D

Promessas

Prometi a mim mesma, já há algum tempo, nunca mais fazer promessas a ninguém.

Como tal, nunca te vou prometer nada.












E não quero que me prometas nada!



(As promessas criam expectativas nas pessoas. Algumas delas, se não forem cumpridas, provocam dor crónica, uma patologia ainda sem cura e que ás vezes mata pessoas por aí...)

Feelings


"Eu não quero olhar para ti e lembrar-me sempre de como me sinto magoada!"

terça-feira, 17 de maio de 2011

Putas da minha vida

Ao longo da minha vida fui dando de caras com algumas "putas" que me deixam os nervos à flor da pele e, normalmente, umas belas semanas de cama...


Como a minha colecção era pequena, esta Queima veio deixar-me um presente: Seja muito mal-vinda, Ulcera Nervosa alojada no meu estômago e que está a dar-me cabo dos nervos.


Oh menos que me ajude a fazer a dieta que ando a prometer há tanto tempo...

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Coisas que se podem fazer numa aula

Aula de Direito Constitucional II -- 2h


1_ Fazer a intimatio e o diploma de julgamento das caloiras;
2_ Actualizar e vaguear pelo facebook;
3_ Ver o mail;
4_ Limpar o mail de toda a porcaria;
5_ Organizar a agenda;
6_ Fazer uma lista de tudo o que se precisa para o grande fim-de-semana;
7_ Actualizar o blog;
8_ Ver o blog de todas as outras pessoas;
9_ Estar atenta aos avisos dos últimos 5m de aula porque o prof. disse que na próxima sexta não tinha a última hora de aula! xD

MUAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH......

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Método de Estudo "Tatiana Silva" (não recomendado)

1º_ Duas semanas antes ela organiza toda a matéria, faz post-its com as páginas, verifica duas vezes a matéria que não sai e começa, com calma, a ler umas páginas;

2º_ Quando vê que já passou uma semana e ela ainda só leu umas 10-20 páginas das 350 supostas, começa a acelerar o processo de leitura e inicia o resumo em simultâneo (na esperança de rever o resumo com calma no dia anterior à frequência/exame);

3º_ Quando se apercebe que faltam dois dias e 1/3 de matéria por estudar, ela "caga" na caligrafia redondinha e bonita e inicia uma "rascunhada" ilegível com a sua "letra de médico". Abandona, também, o seu sublinhado "arco-íris", e passa para um monocromático;

4º_ Na noite anterior, por volta das 23h e qualquer coisa, termina a matéria... Mas falta rever e fazer as remissões, e aí vai ela a fazer a maratona de revisão/remissão até às 2 da manhã;

5º_ Deita-se na cama e, em vez de fazer os exercícios e ir dormir (e já só dorme 6h), vem ao blog postar esta merda!

terça-feira, 5 de abril de 2011

Amar

Conhecer alguém.
Apaixonar-se por esse alguém.
Estar com esse alguém e só ver qualidades e coisas boas.
Deixar passar o tempo de "lua-de-mel".

Conhecer melhor o alguém.
Ver os defeitos e as coisas más.

Continuar apaixonado e a amar esse alguém, tal e qual quando só existiam qualidades e coisas boas.
Deixar passar o tempo, o resto do tempo, juntos.







"Quase sempre só se ama assim uma ou duas pessoas e muito distanciadas uma da outra, temporalmente."

domingo, 27 de março de 2011

Sonhos perturbados

Andas a perturbar os meus sonhos e eu não estou a gostar.

Antes só me apareceste duas vezes, distanciadas por meses entre si.

Agora, já foram três noites seguidas... Desta vez não!
Desta vez não me vais desmoronar!
Desta vez vou lutar a sério contra ti!
Já tenho problemas que cheguem para deixar que invadas a minha vida outra vez.


Não preciso de ti!

Bocados de Mim _ Anaquim

Eu gostava de ser dessas pessoas positivas,
Que andam pela vida cheias de planos par' amanhã,
Que dizem frases feitas mas têm suas próprias manias
E os outros gostam delas porque elas são mesmo assim.

Eu gostava que no fundo o mundo fosse simples,
Que o dia fosse um barco e a noite fosse um cais.
Se tudo fosse sim ou não para mim era mais fácil
E eu não tinha que magoar as pessoas que gosto mais.

Eu gostava de ser mais ajuda para a família
De aprender a fazer bolos em casa da minha avó,
Porque ela me quer lá e até faz alguns petiscos
Com a minha mãe a ajudar para que ela não se sinta só.

Eu gostava de me lembrar de mais algumas coisas
Que a vida foi levanto em tratamento de choque
De me recordar de cheiros, de barulhos e dos discos
Com que a minha irmã me ensinou a ser alguém do rock.

Mas ando pela vida feito placa de auto-estrada,
Que ensina o caminho aos outros mas pouco sabe de si.
Mas ando pela vida por ver andar meus amigos,
E confesso que por vê-los nem me custa andar aí.

Eu gostava de ser qualquer coisa mais peculiar,
O blog da Filipa e os textos que lá diz,
Um assunto que tivesse algum efeito nas pessoas
Como os poemas da Inês ou as anedotas do Luís.

Eu gostava de me dedicar aos trocadilhos,
Que me fazem perder tempo e não fazem rir ninguém.
Que há coisas que não são para rir, são só para ter pinta,
Já dizia o meu pai e eu só agora entendi bem.

Mas ando pela vida cinzentão e esbatido,
Sem ter a coragem de convidar gente para dançar.
Mas ando pela vida sem ter a lata do Hugo,
Que é capaz de fazer tudo para a malta se animar.

Eu gostava de saber explicar bem o que sinto
Não mentir como minto quando digo que estou bem
Porque todos temos dores e para cheirar as flores
Desbravamos os caminhos com a ajuda de quem vem

Eu gostava de ser qualquer coisa mais bonita,
Fosse o sorriso da Rita, fosse o carinho da Rute.
Lutar cegamente por aquilo que se acredita,
Porque há lutas que se perdem mas precisam que alguém lute.

Mas ando pela vida às vezes sem ser sincero,
Lá me vai pesando quando é hora de deitar.
Finjo ser a pessoa que eu quero que os outros gostem
E acabo por não ser nada que valha a pena gostar.

São só bocados de mim...
São só bocados de nós...
São só bocados que eu enfim deixei ir na minha voz...

Lápis de quatro cores

Estão a ver aqueles lápis que têm quatro cores?



Eu tenho pessoas que são assim, como esses lápis. Sozinhas conseguem colorir o meu dia cinzento... =D







" You make it easier when life guets hard!"

sexta-feira, 25 de março de 2011

Angústia

Hoje nem cachecol, nem camisola, nem perfume, nem cheiro nenhum que me acalme...







...a angústia.

...

... hoje apetece-me chorar.

E nem tenho tido razões para tal...

Ás vezes, sem querer, sinto-me a desejar que certas pessoas nunca tivessem entrado na minha vida.

Ás vezes gostava de conseguir ignorar melhor certas...errr... "situações", que nem me dizem (ou não deviam dizer) respeito.

Ás vezes sinto que a minha vida é um ciclo vicioso da qual nunca vou conseguir sair.

Estou estragada...
Algo em mim não funciona mais como um dia funcionou.

E mesmo com todas estas pessoas á minha volta, há momentos em que me sinto só. Em que me consigo ver sozinha no futuro...

Há momentos em que me sinto tão perdida, sem saber o que fazer, sem saber o que dizer, sem saber como agir, sem saber o que pensar ou o que sentir, que me perco no sitio onde estou. Perco-me no tempo, que vai passando por mim. Perco-me em pensamentos dolorosos, que me vão tentando levar de novo para o poço de onde estou tão perto de sair...

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Sacha!

"O cão é o melhor amigo do homem."

Todos conhecemos bem esta frase, mas talvez poucos tenham tido a alegria de ter um amigo desta espécie.

O meu pai acha exagerada a maneira como eu e a minha mãe nos agarramos aos animais, mas a verdade é que são eles que muitas vezes estão ali, ao nosso lado.
Quando nos sentimos sós...
Quando nos sentimos tristes...
Quando estamos doentes...
Eles sentem, eles percebem.

Revolta-me que exista tanta gente que não dá o verdadeiro valor a estes seres leais, brincalhões, carinhosos e inteligentes. Não poucas vezes eles podem mesmo vir a substituir a presença de uma pessoa e acabar com a solidão.

Podias ter muitos defeitos e até portares te mal, mas não podemos negar as alegrias que nos trouxeste!

Vou lembrar-me sempre de ti, Sacha! Eras uma "loba" fantástica!...

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Pecados!

Descobri que existem sete (Sim, SETE!) homens perfeitos na minha vida!



São os meus sete pecados mortais! 

P -----> Vaidade
P -----> Inveja
R-----> Ira

J -----> Preguiça

P -----> Avareza
F -----> Gula
R -----> Luxúria

Sugestão!

Venho aqui apresentar-vos a minha leitura de todas as noites antes de me deitar:

não compreendo as mulheres "!

Todas as questões amorosas sobre as quais eu poderia dissertar, remeto totalmente para este blog.

A quem não o lê regularmente faça o favor de o começar a fazer!

É muito bom e recomenda-se a todos: solteiros, casados, de bem com o amor ou mal de amores.

Coisas cá de casa

É simplesmente fantástico!

Ia eu a caminhar pelo corredor, a pensar na vida, quando me deparo com um móvel, daqueles que salta à vista de qualquer pessoa que entre neste humilde apartamento, coberto de roupa interior da mais variada espécie.

"MÃE! Esta roupa é suposto estar aqui?!"

"Óbvio que não! É toda tua! 'Tá à espera que a leves p'ó teu quarto!"

"Errr... Porque não deixaste em cima da cama?!"

"Para te envergonhar caso chegasse um amigo teu..."

WTF????

-.-'

A paragem de autocarro

Ontem, quando caminhava apressada para o café, passei pela paragem de autocarro que fica na rua de cima.
Era nova! Era uma paragem nova, daquelas mais modernas que andam agora a colocar um pouco por toda a cidade.

"Txi, há tanto tempo que não uso esta paragem. Era na altura do básico, já lá vão cinco anos.
Como o tempo passa... E não pára para nos deixar pensar, não abranda. Há cinco anos eu sentava-me aqui diariamente, ia para a escola bem cedo, nem reparava se a paragem era nova ou não. Agora, com quase vinte anos, e apesar de achar que ainda não passou assim tanto tempo para reparar nestas coisas, observo com nostalgia uma simples paragem de autocarro que me abrigou todo aquele tempo e que agora me obriga a sentir que realmente o tempo passou por mim.
O tempo voa e vai sempre voar, e nada se manterá igual."

Cheiros

Eu sou uma pessoa de cheiros...

Os cheiros transmitem-me sentimentos especiais. Há cheiros que gravo na memória e no coração.
Poderia referir-me a todos os cheiros que guardo, os maus, os bons, mas na verdade só um tipo me interessa: os das pessoas. Aquele perfume característico de cada um, único, individual... Esses cheiros são aqueles que mais me afectam, que mais trabalham com o meu sistema psicológico.

Mas nem todas as pessoas me marcam ao ponto de o seu cheiro me ficar gravado, e quando isso não acontece, sentir o perfume dessa pessoa não me transmite nada. É só mais um odor...

Pelo contrário, o aroma daqueles que amo traz me tranquilidade. Afasta a solidão e a tristeza. Ás vezes traz saudade, outras vezes nostalgia. Afugenta o medo...

Eu sou assim, uma pessoa de cheiros. Gosto do cheiro das pessoas que me são queridas.
Quando tenho saudades dos meus pais ou da minha irmã vou ao quarto deles e fico ali, a sentir aquele perfume tão singular. Quando me sinto só visto a camisola do meu melhor amigo, que aqui ficou esquecida um dia. Quando quero dormir melhor, enrolo ao pescoço o cachecol com um perfume que me é muito especial. Quando preciso de me acalmar abraço um urso de peluche que me foi oferecido, um urso que cheira a amizade, que cheira a lágrimas e a sorrisos, que cheira a medos, que cheira a alegrias, a segredos e a piadas.

Quando me sinto muito mal... peço um abraço a alguém. Ás vezes, mais para sentir o seu cheiro, do que o toque em si.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Balanço _ Mafalda Veiga

Pedes-me um tempo, para balanço de vida.
Mas eu sou de letras, não me sei dividir.
Para mim um balanço é mesmo balançar,
balançar até dar balanço
e sair...

Pedes-me um sonho, para fazer de chão.
Mas eu desses não tenho, só dos de voar.

Agarras a minha mão com a tua mão 
e prendes-me a dizer
que me estás a salvar.
De quê? De viver o perigo.
De quê? De rasgar o peito.
Com quê?
De morrer, mas de que paixão?
De quê?
Se o que mata mais é não ver
o que a noite esconde e não ter
nem sentir o vento ardente
a soprar o coração...

Pedes o mundo
dentro das mãos fechadas
e o que cabe é pouco
mas é tudo o que tens.
Esqueces que às vezes,
quando falha o chão,
o salto é sem rede
e tens de abrir as mãos.

Pedes-me um sonho para juntar os pedaços,
mas nem tudo o que parte se volta a colar.

E agarras a minha mão com a tua mão
e prendes-me e dizes-me para te salvar.
De quê? De viver o perigo.
De quê? De rasgar o peito.
Com quê?
De morrer, mas de que paixão?
De quê?
Se o que mata mais é não ver
o que a noite esconde e não ter
nem sentir o vento ardente
a soprar o coração.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Distâncias

Ás vezes 50 ou 60 km não são nada. Ultrapassados facilmente, não impedem o beijo de quem se gosta...








Outras vezes, uns míseros metros parecem uma distância impossível de superar, para aqueles que se amam, mas não se podem tocar.

sábado, 29 de janeiro de 2011

Desejos

"Can we pretend that airplanes in the night sky are like shooting stars?
I could really use a wish right now..."











{Um, ou dois... Vinham mesmo a calhar...}

É isso aí _ Ana Carolina e Seu Jorge

É isso aí,
como a gente achou qu'ia ser,
a vida tão simples é boa...
...quase sempre.

É isso aí!
Os passos vão pela rua,
ninguém reparou na lua,
a vida sempre continua.

Eu não sei parar de te olhar.
Eu não sei parar de te olhar.
Não vou parar de te olhar.
Eu não me canso de olhar.
Não sei parar...
...de te olhar!


É isso aí,
há quem acredite em milagres,
há quem cometa maldades,
há quem não saiba dizer a verdade.

É isso aí!
Um vendedor de flores,
a ensinar os seus filhos
a escolher seus amores.

Eu não sei parar de te olhar.
Não sei parar de te olhar.
Não vou parar de te olhar.
Eu não me canso de olhar.
Não vou parar...
...de te olhar!

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Coisinhas boas! =D

Hoje só vou fazer coisas boas:

1- Rir!
2- Ir á piscina!
3- Fazer sobremesa que dê para o fim-de-semana todo!
4- Ver séries até fartar....
5- Preguiçar muito!
6- ... estudar seria bom... se eu fosse aos exames.

7- Passear á chuva... Se chover!


=D

Lucky _ Colbie Caillat e Jason Mraz

Do you hear me talking to you
Across the water across the deep blue ocean
Under the open sky oh my, baby I'm trying
Boy I hear you in my dreams
I feel you whisper across the sea
I keep you with me in my heart
You make it easier when life gets hard
I'm lucky I'm in love with my best friend
Lucky to have been where I have been
Lucky to be coming home again
They don't know how long it takes
Waiting for a love like this
Every time we say goodbye
I wish we had one more kiss
I wait for you I promise you, I will
I'm lucky I'm in love with my best friend
Lucky to have been where I have been
Lucky to be coming home again
I'm lucky we're in love every way
Lucky to have stayed where we have stayed
Lucky to be coming home someday
And so I'm sailing through the sea
To an island where we'll meet
You'll hear the music, fill the air
I put a flower in your hair
And though the breeze is through the trees
Move so pretty you're all I see
As the world keeps spinning round
You hold me right here right now
I'm lucky I'm in love with my best friend
Lucky to have been where I have been
Lucky to be coming home again
I'm lucky we're in love every way
Lucky to have stayed where we have stayed
Lucky to be coming home someday

{Acho que tiro um outro sentido desta música... Afinal, eu vivo apaixonada por todos os meus amigos! ;)}

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Sim, sim, sim!

Daqui a pouco vou receber nos braços a coisa mais fofinha que existe na minha vida! *.*
{Não querendo, de modo algum, deitar por terra aqueles a quem já disse que são fofinhos...^^}


Vou também receber beijinhos lambuzados, abraços pequeninos mas quentinhos... E sentir as caricias daquelas mãozinhas frágeis.

Ai que saudades pequenina...

E espero ouvir-te gargalhar e chamares-me "Ma'inha" ou "Ta"... =D

E eu vou apertar-te, apertar-te, apertar-te bem juntinha a mim!!! ^^

Hoje a minha afilhada vem cá! =D

YEAH!!!!!!


{Madrinha toda babada...}

Canção de Embalar _ José Afonso

Dorme meu menino a estrela d'alva
Já a procurei e não a vi
Se ela não vier de madrugada
Outra que eu souber será p'ra ti

Outra que eu souber na noite escura
Sobre o teu sorriso de encantar
Ouvirás cantando nas alturas
Trovas e cantigas de embalar

Trovas e cantigas muito belas
Afina a garganta meu cantor
Quando a luz se apaga nas janelas
Perde a estrela d'alva o seu fulgor

Perde a estrela d'alva pequenina
Se outra não vier para a render
Dorme qu'inda a noite é uma menina
Deixa-a vir também adormecer



{Ontem adormeci ao som desta música... Talvez por isso tenha sonhado contigo. Queria cantar-ta ao ouvido enquanto te via adormecer.}

Um Abraço

Li isto no comentário de um anónimo, num blog que eu sigo:

"Num espaço,
tão pequeno: um abraço.
Os olhares que se cruzam;
as mãos que se acusam;
as peles que se tocam;
os corpos que se unem;
os lábios que se saciam;
os desejos que se confundem.
Tu e eu,
nem pequeno espaço;
somos nós: um abraço."








{Eu gosto de abraços... Os abraços dão cor aos meus dias. Aquecem-me o corpo e a alma. Aquecem-me o dia e a noite. Aquecem-me se forem sentidos. Aquecem-me se com esse abraço eu conseguir sentir o coração da pessoa que me abraça.
Ás vezes as palavras nem são precisas... Só um abraço chega.}

Wish You Were Here _ Pink Floyd

So,
So you think you can tell
Heaven from Hell,
Blue skies from pain
Can you tell a green field
From a cold steel rail?
A smile from a veil?
Do you think you can tell?
Did they get you to trade
Your heroes for ghosts?
Hot ashes for trees?
Hot air for a cool breeze?
Cold comfort for change?
Did you exchange
A walk on part in the war
For a lead role in a cage?
How I wish, how I wish you were here
We're just two lost souls
Swimming in a fish bowl,
Year after year,
Running over the same old ground.
What have we found?
The same old fears
Wish you were here





{Hoje fica só esta... Obrigada!}

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Hoje estou...ALTA!

E pronto... Ao fim de semanas de jejum dos saltos, hoje vou quebrar a promessa que fiz há um ano (quando caí no auditório depois do exame) de não usar saltos em época de exames.

O que vocês me levam a fazer só para provar pontos de vista! Adoro ter razão... [suspiro]


Gente! Saltos Altos, muitos e depressa! xD

Damn...

Dois factos, cumulativos ou não (com preferência para o serem), poderiam mudar tudo...




... No entanto, nenhum deles é verdade.

Amizade #3

"Friendship isn't about who came first or who you've known the longest.
It's about who came and never left."














(Lido, algures! ;) )

Sol

Amanhã quero sentir o sol... A ver se ele me aquece.


O frio tem sido muito... Ás vezes até demais.


E eu não sei porquê...

Need You Now _ Lady Antebellum

Picture perfect memories,
Scattered all around the floor.
Reaching for the phone 'cause
I can't fight it anymore.
And I wonder if I ever cross your mind
For me it happens all the time.
It's a quarter after one,
I'm all alone and I need you now.
Said I wouldn't call
but I lost all control and I need you now.
And I don't know how I can do without,
I just need you now.
Another shot of whisky,
can't stop looking at the door.
Wishing you'd come sweeping
in the way you did before.
And I wonder if I ever cross your mind.
For me it happens all the time.
It's a quarter after one,
I'm a little drunk,
And I need you now.
Said I wouldn't call
but I lost all control and I need you now.
And I don't know how I can do without,
I just need you now.
oh ohhh...
Yes, I'd rather hurt than feel nothing at all.
It's a quarter after one,
I'm all alone and I need you now.
And I said I wouldn't call
but I'm a little drunk and I need you now.
And I don't know how I can do without,
I just need you now,
I just need you now.
Oh, baby I need you now.
(Lamechas....)

domingo, 23 de janeiro de 2011

Tatiana

"De origem russa, derivado do latim Taciano. Controlada, objectiva, sociável, entusiasta e líder."










Really? Onde é que anda a minha personalidade???

sábado, 22 de janeiro de 2011

Queda do Império_ Vitorino

Perguntei ao vento
Onde foi encontrar
Mago sopro encanto
Nau da vela em cruz
Foi nas ondas do mar
Do mundo inteiro
Terras da perdição
Parco império mil almas
Por pau de canela e Mazagão

Pata de negreiro
Tira e foge á morte
Que a sorte é de quem
A terra amou
E no peito guardou
Cheiro da mata eterna
Laranja Luanda
Sempre em flor.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

LoL

"Os cônjuges devem viver eternamente juntos para serem castigados da tolice que cometeram."


J. Robin

(re)Soluções para 2011 #5

" Ultimamente os meus dias são sempre cinzentos... Quer esteja sol ou não."






Solução:   Começar a deixar os óculos de sol em casa!

O Amor e a Engenharia Civil

Como funciona uma relação séria? Funciona com muito trabalho em conjunto... Mais ou menos como construir uma casa.

Em primeiro tem-se um projecto. Por vezes este custa a dar os primeiros passos, mas depois de arrancar as coisas vão fluindo naturalmente.
No início tudo parece mais fácil, erguem-se os pilares e tudo parece correr bem e na perfeição.
Depois de algum tempo vem a parte chata e maçadora de assentar tijolos, mas para que a monotonia não se instale por completo vão construindo aqui e ali umas portas e umas janelas para deixar entrar o ar fresco.
Finalmente, vem o telhado, que funciona como um grande passo, um grande acabamento e tem-se um edifício.
Mas uma casa não se faz só das paredes e do tecto... Agora é preciso preenche-la por dentro com móveis, com mais pessoas, com coisas de que se gosta, com memórias...
Quando nos apercebermos já não temos uma casa, mas um lar!
O lar é isso mesmo. É ter alguém de braços abertos á nossa espera em casa, são as vivências a dois, o que partilharam e o que partilham, o que construíram juntos. O que faz o lar é aquilo que se vive dentro das paredes... e não as paredes em si.
Assim funciona uma relação... É preciso construir, ter paciência e viver no outro, não apenas ao seu lado.


" A house it's not a Home...."

...If you're not there.




Amizade #2

- Não sei para onde me virar...
- Primeiro tens que te virar para dentro. E resolver o que se passa contigo.
- Mas eu nem sei o que se passa comigo...
- Gostava de te poder ajudar, mas não sei o que te dizer. =S
- Nunca ninguém sabe.
- Pensa no que seria melhor para ti.
- Fugir, posso?
- Fugir não vai resolver os teus problemas...
- Não, mas vai afastá-los de mim e afastar-me das pessoas para que não me vejam triste.
- Olha, eu prefiro ver-te do que não te ver! Estares triste torna mais especial ver-te sorrir ou rir á gargalhada!



"A amizade é uma árvore sob a qual nos podemos abrigar."

Samuel Taylor

...?

Não, talvez eu já não saiba como ser feliz....

Não, não é fácil...

Hoje demorei-me no banho.

Não me apetecia sair de lá... Sentia-me bem, aconchegada, quente.
Trazia-me paz sentir aquela água a ferver a bater na pele, nas costas.
Abri o chuveiro no máximo, sentei-me de deixei-me ali ficar como que abandonada á chuva. E de facto era como se fosse... Ela sempre me traz paz e conforto quando passeio sem dela me proteger, só para a sentir bater-me na cara. Não era chuva, é certo, mas serviu perfeitamente.

Serviu para me deixar pensar... Para chorar um bocadinho também.

"Não é fácil ser eu... Não é fácil ser-se estudante universitária. Não é fácil ser-se filha, principalmente a mais velha. Não é fácil ser-se namorada; ex-namorada; amiga; ex-amiga; conhecida ou simples colega. Não é fácil viver com uma família complicada. Não é fácil ver partir a quem se ama mais do que a nós próprios. Não é fácil levantar todos os dias e fingir que não se passa nada... Já nem é fácil dormir. Os pesadelos acordam-me e deixam-me instável... Não é fácil gostar, amar. Não é fácil deixar de amar... Não é fácil continuar a amar.
Viver exige um esforço continuado que por vezes não me encontro disposta a fazer... Queria ficar aqui. Não me apetece sair da água. Não é fácil deixar aquilo de que se gosta."





"Nobody said it was easy,
No one ever said it would be this hard."

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Amor? Paixão? Wtf?

Hoje lixaram-me!


...perguntaram-me como é que é estar apaixonado...




???









Fica aqui prometida uma futura reflexão sobre o assunto.